Necessidade de licenças faz asfaltamento na BR-158 começar apenas em 2022, afirma Bolsonaro – Revista Oeste

Por decisão da Justiça, o trecho de 110 km da BR-158 que corta a Reserva Indígena Marãiwatsédé em Mato Grosso não pôde ser asfaltado. De acordo com o presidente Jair Bolsonaro, na área de 165.000 hectares (que equivale a cerca de 231 mil campos de futebol) vivem 781 índios. Em razão da determinação judicial, o projeto teve de ser desviado em 190 km.

Leia também:“Brasil teve queda nas exportações de carne bovina em fevereiro

”Bolsonaro também revelou que, durante as safras, 140 mil toneladas por dia são transportadas pela BR-158 — o tráfego diário é de até 2.000 caminhões com duas carretas cada. Ainda assim, devido à necessidade de outras licenças, a obra vai poder começar apenas em 2022.

 

Fonte: Necessidade de licenças faz asfaltamento na BR-158 começar apenas em 2022, afirma Bolsonaro – Revista Oeste

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.