É FAKE que remédios para Covid-19 levaram pacientes a fila de transplante de fígado

Diversas reportagens de jornais como o Estadão, G1 e outros, vêm associando episódios de hepatite medicamentosa e casos de possível necessidade de transplante de fígado ao chamado “kit covid”, conjunto de medicamentos que vêm apresentando eficácia contra Covid-19. Contudo, não existem estudos científicos que vinculem medicamentos como ivermectina a risco de complicações no fígado.

“O uso do chamado kit covid, que reúne medicamentos sem eficácia contra a doença, mas que continua sendo prescrito por alguns médicos e propagandeado pelo presidente Jair Bolsonaro, levou cinco pacientes à fila do transplante de fígado em São Paulo e está sendo apontado como causa de ao menos três mortes por hepatite causada por remédios, segundo médicos ouvidos pelo Estadão“.

A afirmação acima É FALSA. Não há vínculos estatísticos, médicos ou científicos que apontem para a causalidade entre o uso do medicamento amplamente receitado há 40 anos e um evento adverso que leva ao risco de transplante de fígado. Se o jornal quisesse fazer afirmação mais segura poderia ter escrito que os casos podem ter levado cinco pacientes à fila do transplante de fígado e não levou, como sentenciou o jornal.

: É FAKE que remédios para Covid-19 levaram pacientes a fila de transplante de fígado


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.