Gilmar Mendes decide proibir celebrações religiosas

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, rejeitou nesta segunda-feira (5) a concessão de uma liminar para suspender o decreto do governo de São Paulo que proíbe celebrações religiosas no Estado enquanto vigoram medidas para conter a covid-19.A decisão contraria o entendimento do ministro Nunes Marques que, neste sábado (3), decidiu em caráter liminar que governadores e prefeitos não podem proibir celebrações de atos religiosos se preservados os protocolos sanitários. Existindo divergência entre as decisões de Mendes e Nunes, caberá ao plenário do Supremo decidir se é permitido ou não a fiéis frequentarem missas ou cultos religiosos.

Fonte: Gilmar Mendes decide proibir celebrações religiosas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.