Exército da Rússia em ‘Prontidão para Combate’ enquanto tensões na Ucrânia aumentam

Em um momento de tensões crescentes sobre a crise renovada da Ucrânia e em meio a acusações de Kiev e do “governo [do senil] Joe Biden” de que o Kremlin está agitando -se com o aumento dos combates na região de Donbass, o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, anunciou na terça – feira o início das verificações de prontidão para combate do exército russo, de acordo com a agência RIA Novosti.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Exército da Rússia inicia ampla inspeção de ‘prontidão para o combate’ enquanto as tensões na Ucrânia aumentam

Fonte:  Zero Edge

Espera-se que isso envolva exercícios das forças armadas em todos os distritos militares do país, segundo seu comunicado. Normalmente, tais exercícios de preparação e inspeções avaliam a capacidade dos militares de garantir a segurança da nação russa para um potencial estado de alerta elevado.

Embora essa verificação de prontidão em particular esteja sendo descrita como “planejada” (em oposição a inspeções ‘surpresa’ ou ‘instantâneas’ anteriores) – há pouca dúvida de que o Pentágono e os aliados dos EUA as estarão observando de perto, dado que o Kremlin foi acusado este mês de provocativamente ter transferindo cerca de 4.000 soldados para a Crimeia e a região separatista de Donbass na fronteira com a Ucrânia .

Isso resultou em ameaças e contra ameaças entre Moscou e Kiev, com os russos alertando ainda mais a OTAN para não enviar forças ocidentais para a Ucrânia, pois isso provocaria uma reação severa da Rússia.

O site de análise militar Defense Blog  tem mais detalhes como segue:

O ministério da Defesa da Rússia descreveu o exercício como uma “inspeção massiva” , para verificar a prontidão para o combate no território de todos os distritos militares e da Frota do Norte, no Extremo Norte, nas Ilhas Curilas e na peníndula de Kamchatka. Os testes começaram em meio a preocupações com a atividade militar russa na Crimeia e no leste [em Donbass] da Ucrânia.

Atualmente, há ampla especulação e debate sobre quais são as intenções de Putin com o último aumento das Forças Armadas deslocadas para a região separatista. As forças adicionais permaneceram essencialmente na região após exercícios militares recentes.

Claro, os falcões de Washington entenderam que isso significa que movimentos nefastos e iminentes contra a Ucrânia estão em andamento – ou pelo menos apoio adicional aos separatistas apoiados pela Rússia em Donbass no leste da Ucrânia. É aqui que as coisas estão quentes, conforme explicado pela Defence One , que afirma que as manobras militares da Rússia mais recentes são sobre “advertir” e “enviar mensagens” ao Ocidente de maneira preventiva : 

As recentes  violações do cessar-fogo  pelas forças apoiadas pela Rússia na Ucrânia e o  reforço  das tropas regulares no lado russo da fronteira com Donbass não significam que Moscou está preparando um grande avanço ou mesmo tentando seriamente mudar a linha de conflito , disseram autoridades ucranianas e especialistas. Mas eles mostram os esforços contínuos de Vladimir Putin para exercer controle sobre os assuntos de Kiev e retirar seu apoio internacional . 

Ao longo das últimas semanas, mensagens não verificadas de mídia social  mostraram equipamentos militares pesados russos aproximando-se da fronteira ucraniana, incluindo morteiros , mísseis antiaéreos avançados e radar , e até mesmo  uma divisão de assalto avançada aérea  Os movimentos causaram na sexta um telefonema entre o presidente senil dos EUA Joe Biden e o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky, bem como ligações entre os oficiais do Estado e da Defesa dos EUA e seus homólogos ucranianos.

O governo russo considerou essa atual mobilização militar parte dos exercícios de rotina , uma explicação que  não impressionou  muitos observadores. Mas isso não significa necessariamente uma repetição da anexação da Crimeia pela Rússia em 2014. 

Mas… enquanto isso, exercícios militares na Crimeia estão em andamento …

E um alto funcionário do governo ucraniano foi citado no mesmo relatório como tendo dito: “Isso nada mais é do que as táticas russas usuais – aumentar a tensão a fim de ganhar impulso e dissuadir o Ocidente de apoiar a Ucrânia.”

O funcionário ucraniano concluiu ainda com esta advertência: “Você sempre pode esperar que um grande aumento de forças militares possa levar a uma escalada séria das hostilidades provocadas pela Rússia . Mas sempre preferimos soluções diplomáticas e políticas“.

Via: https://thoth3126.com.br/exercito-da-russia-em-prontidao-para-combate-enquanto-tensoes-na-ucrania-aumentam/


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.