‘Até 80% das pessoas’ na Sicília recusam vacina Covid-19 da AstraZeneca por questões de segurança

A imensa maioria dos sicilianos a quem foram oferecidas a vacina anti-Covid Oxford / AstraZeneca {agora Vaxzevria] na ilha da Sicília, no sul da Itália, se recusa a tomá-la, segundo o presidente da região, Nello Musumeci. “Na Sicília, há um índice de recusa de 80% da vacina AstraZeneca. A cada 100 pessoas, 80 dizem não à vacina”, disse Musumeci na noite de sábado, de acordo com relatos da mídia local.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

‘Até 80% das pessoas na Sicília recusam vacina Covid-19 da AstraZeneca por questões de segurança

Fonte:  Rússia Today

Ele acrescentou que é “natural” que as pessoas hesitem em relação à vacina – recentemente rebatizada como Vaxzevria – mas devem acreditar nos cientistas quando lhes dizem que “é mais perigoso não ser vacinado do que ser vacinado”.

Seu nome já diz tudo que precisamos saber: “ARMA QUE MATA”

Em uma declaração no domingo, um porta-voz do presidente tentou esclarecer os comentários, dizendo que Musumeci quis dizer que >”até 80 por cento”estão recusando a vacina, já que algumas regiões têm uma taxa de recusa muito menor, como Syracuse, onde apenas 30 % aparentemente temia a vacina o suficiente para dizer não.

O anúncio de Mucumeci seguiu o conselho no início desta semana da Agência Europeia de Medicamentos de que os coágulos sanguíneos deveriam ser listados como um efeito colateral “muito raro”  da vacina da Astra Zeneca – Oxford [agora com o nome mudado para  Vaxzevria]. Ele examinou 86 casos de indivíduos vacinados que desenvolveram coágulos sanguíneos, 18 dos quais acabaram morrendo.

A AstraZeneca respondeu à recomendação dizendo que estava “colaborando ativamente com os reguladores” para “implementar essas mudanças nas informações do produto”. Refere-se aos casos de coagulação como “eventos extremamente raros”.

Embora não se saiba exatamente por que os coágulos sanguíneos podem se desenvolver após a imunização com a vacina da AstraZeneca, pesquisadores na Noruega e na Alemanha disseram que aqueles que desenvolveram os coágulos tinham anticorpos que reagiam negativamente à vacina e que eram prevalentes principalmente em indivíduos mais jovens. 

A vacina AstraZeneca [agora com o nome mudado para  Vaxzevria] foi colocado em pausa em vários países. Alemanha, Holanda, Filipinas, Portugal e Espanha recomendaram que apenas pessoas com mais de 60 anos recebam a vacina amplamente distribuída, enquanto a França e o Canadá recomendaram vacinas alternativas para pessoas mais jovens.

Franco Locatelli, um conselheiro de saúde do governo italiano na Covid-19, disse no domingo que A vacina AstraZeneca [agora com o nome mudado para  Vaxzevria]  é “segura e eficaz”, mas acrescentou: “Se nos encontrarmos enfrentando um número desarmador de deserções, reconsideraremos a questão.” 

A Itália, um dos países mais atingidos pela pandemia, vacinou quase quatro milhões de cidadãos até agora – aproximadamente 6% de sua população de 60 milhões.


Questione tudo, nunca aceite nada como verdade sem a sua própria análise, chegue às suas próprias conclusões

Via: https://thoth3126.com.br/96171-2/


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.