‘STF abriu uma porta grave para a perseguição religiosa’, alerta José Carlos Sepúlveda – Terça Livre TV

“O Supremo Tribunal Federal abriu uma porta muito grave para a perseguição religiosa no Brasil”. O alerta foi feito pelo analista político José Carlos Sepúlveda durante o Boletim da Manhã desta quinta-feira (22).A Suprema Corte decidiu neste mês de abril que interditar os cultos religiosos durante a pandemia do vírus chinês não fere a liberdade religiosa. A decisão foi rechaçada em uma nota divulgada pela União de Juristas do Rio de Janeiro nesta quarta-feira (21).A entidade manifesta preocupação com o impacto da decisão do Supremo nas relações de coordenação e cooperação entre a Igreja Católica e a República Federativa do Brasil. Essas relações de cooperação, segundo a nota, são baseadas numa coordenação e não numa subordinação entre a Igreja Católica e o Estado brasileiro.“Se estamos em um Estado laico — como todos proclamam à boca cheia — e a religião não se imiscui dentro do Estado, então como o Estado se imiscui dentro da Igreja? Como o Estado começa a determinar o que pode ou que não pode dentro da Igreja, sobretudo quando há um direito canônico que a rege?”, questiona José Carlos Sepúlveda.

Continua > ‘STF abriu uma porta grave para a perseguição religiosa’, alerta José Carlos Sepúlveda – Terça Livre TV

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.